Relançamento de nosso e-commerce!!! Por favor leiam para melhor entendimento e uso.

 

Antes... Somos agradecidos a nossos amigos, clientes ou usuários de nossos serviços aos quais, infelizmente devido ao e-commerce anterior, o Feedback não foi animador por não ter ocorrido êxito em uso, devido problemas de estrutura, usabilidade e funcionalidades, sendo que evidentemente mostrou a nós a falha do serviço. Sendo que de forma emergencial, restauramos nosso antigo sistema, afim de prover solução urgente devido o problema, estamos arduamente atualizando toda a base de produtos, no qual podem surgir dúvidas em determinados produtos, estamos à disposição para qualquer esclarecimento.

Imediatamente houve a mobilização de solução no qual com muito orgulho, trabalho e dedicação, estamos relançando nosso e-commerce, com nova estrutura e serviços essenciais que certamente irão atender todas as demandas que sempre com muito sucesso o Orquidário Imirim ofereceu.

Pedimos nossas sinceras desculpas a todos que tiveram algum tipo de transtorno ou problema de serviços em nosso e-commerce, que como sempre foram muito compreensivos. Ainda é muito importante a  participação com opiniões, elogios e críticas, sempre serão bem vindos, afim de como melhorar pois sua opinião é muito importante para nós, caso queira nos comunicar alguma observação, por favor clique AQUI.

Infelizmente devido a nova estrutura, é necessário um novo cadastro e também infelizmente os pedidos e demais informações no período de 31/05/2018 à 29/04/2019, não serão possíveis de se recuperar.

Felizes e com total dedicação a vocês, estaremos sempre à disposição. Contem sempre conosco.


Atenciosamente

Equipe Orquidário Imirim - Seu Orquidário na Web

INFORMATIVO IMPORTANTE - NOVO E-COMMERCE - SAIBA MAIS
0

Adenium Rosa do Deserto

Gênero ⇒ Adenium Roem. & Schult., Syst. Veg. 4: 35, 411 (1819).  = Gênero natural, podendo existir híbridos.
Espécies ⇒ Registrados aproximadamente 05 espécies.
Etimologia ⇒ Adenium Roem. & Schult. ⇒ O nome Adenium é derivado do nome árabe Oddaejn, o que significa Aden, o antigo nome do Iêmen.
 
Gênero botânico no qual a espécie Adenium vem causando grande e intensa admiração, planta perene, fácil cultivo, com necessidade de substratos bem poroso e drenado, com necessidades constantes de regas, ao contrário do que se muito relata, se deve observar o período e substrato, ocorrem hoje muitos híbridos no qual a espécie em si é difícil de garantir, mas com flores incríveis e grande variação de cores e formas.
 
A Rosa do Deserto é um arbusto de folhagem caduca, suculenta, pode vir a crescer até 4 metros de altura alguns indivíduos até 6 metros. 

A base do caule torna-se fortemente espesso com a idade, podendo espalhar-se sobre rochas, pode atingir 1 metro ou mais de diâmetro.
A planta é colhida na natureza para uso local, principalmente como medicamento. Uma planta ornamental muito popular, particularmente valorizada pelas suas flores e formas incomuns, é cultivada em todo o mundo como planta ornamental.

Distribuição
África tropical - áreas semiáridas da Mauritânia e do Senegal para a Somália, Uganda, Quênia, Tanzânia e Península Arábica.

Habitat
Solos rochosos ou arenosos em Savanas, Mata Nativa ou Bosques e Prados Arborizados em altitudes de até 2.100 metros.

Detalhes do cultivo
Para crescer bem, prefere temperaturas máximas que frequentemente excedem 30 °C; as pontas das ramificações são danificadas a temperaturas inferiores a 5 ° C; e a planta não pode ser cultivada ao ar livre quando as temperaturas são regularmente próximas de 0 °C . Embora tenha origem em áreas secas, tolera bem a alta umidade do ar, o que explica sua popularidade em países como Tailândia e Filipinas.
Requer uma posição ensolarada, como substrato um solo muito bem drenado. As plantas podem suportar uma dormência seca ou induzida pelo frio de vários meses, como ocorre no habitat natural.
Plantas cultivadas a partir de sementes podem florescer dentro de 1 ano
Sob condições favoráveis, alguns clones podem florescem por 2 a 4 meses, ou até quase o ano todo. Florada para quando as temperaturas excedem 38 °C.

Perigos Conhecidos
A seiva contém uma poderosa toxina para o coração, é usada para preparar veneno em flechas. O veneno é popular para a caça de grandes animais, pois mata rapidamente e o animal caçado vem a morrer não mais à 2 km do local onde foi alvejado.
Uma decocção (processo de extração por ebulição) da casca e das folhas é amplamente utilizada como veneno para peixe.
A rosa do deserto é uma planta importante na medicina tradicional africana.
A investigação demonstrou a presença de cerca de 30 glicosídeos cardiotóxicos, que atuam de forma semelhante aos digitálicos derivados das Foxgloves (Digitalis spp.) Em doses baixas, os digitálicos são utilizados para tratar a insuficiência cardíaca congestiva (CHF) e os problemas do ritmo cardíaco (arritmias auriculares). mas em altas doses leva à insuficiência cardíaca sistólica e morte.
O extrato etanólico das raízes mostrou retardar o crescimento de Bacillus subtilis, mas não mostrou atividade contra Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus ou Candida albida.
Extratos da raiz mostraram um efeito citotóxico contra várias linhagens celulares de carcinoma.
O extrato aquoso da casca do caule é um acaricida potencial, pois apresenta alta toxicidade em todos os estágios de desenvolvimento dos carrapatos Amblyomma spp. e Boophilus spp.
Uma decocção das raízes, sozinha ou em combinação com outras plantas, é usada externamente para tratar doenças venéreas; um extrato de raiz ou casca é usado como banho ou loção para tratar doenças de pele, é esfregado na cabeça para matar piolhos. Uma decocção de raiz como gotas para o nariz é prescrita para a rinite.
O látex é aplicado em dentes em decomposição e feridas sépticas. O látex Hastes em pó são aplicadas para matar parasitas da pele de camelos e gado.
A casca é mastigada como abortiva.
A rosa do deserto é às vezes plantada como cerca viva.

Propagação
A viabilidade de sementes de plantas cultivadas é por vezes fraca devido a problemas de polinização. A semente viável deve ser plantada em meio arenoso de drenagem livre após a remoção dos tufos e tratamento com fungicida. Germina dentro de uma semana a temperaturas de cerca de 30 ° c. As mudas estão prontas para o transplante dentro de um mês, quando desenvolverem seis folhas.
Estacas de ponta mergulhadas em hormônio de enraizamento, plantadas em um meio de enraizamento grosso e bem regadas são mais bem sucedidas e formam bases de caule espessos como plantas cultivadas de sementes. As estacas devem secar por uma semana antes de serem plantadas.
Plantas selecionadas e híbridos valiosos são frequentemente propagados por enxertia, já que este processo é mais confiável do que a propagação por estaquia, embora exija mais habilidade.

Descrição Adenium obesum (Forssk.) Roem. & Schult., Syst. Veg. 4: 411 (1819). Basinômio Nerium obesum Forssk., Fl. Aegypt.-Arab.: 2..

R$ 35,00

-43%
Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 15 cm Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 15 cm

Descrição Adenium obesum (Forssk.) Roem. & Schult., Syst. Veg. 4: 411 (1819). Basinômio Nerium obesum Forssk., Fl. Aegypt.-Arab.: 2..

R$ 20,00 R$ 35,00

-43%
Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 30 cm Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 30 cm

Descrição Adenium obesum (Forssk.) Roem. & Schult., Syst. Veg. 4: 411 (1819). Basinômio Nerium obesum Forssk., Fl. Aegypt.-Arab.: 2..

R$ 40,00 R$ 70,00

-24%
Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 45 cm Adenium ssp. 'Rosa Deserto' - Aprox. 45 cm

Descrição Adenium obesum (Forssk.) Roem. & Schult., Syst. Veg. 4: 411 (1819). Basinômio Nerium obesum Forssk., Fl. Aegypt.-Arab.: 2..

R$ 80,00 R$ 105,00

Exibindo de 1 a 5 do total de 5 (1 páginas)